Passar para o Conteúdo Principal

Centro Interpretativo de S. Lourenço (CISL)

CISL 006

O Património é um testemunho que mantém viva a memória dos povos, contribuindo para o reforço da sua identidade.

O CISL promove a exposição e a divulgação seletiva do espólio arqueológico, reconstruindo a História da ocupação do território, através dos dados e dos vestígios arqueológicos.

Missão

Incluir na escala de valores dos cidadãos o respeito ativo pelo passado, assegurando a transmissão de uma herança nacional, unindo gerações numa viagem civilizacional singular.

Visão

Proteger e valorizar a importância do Património Cultural do município enquanto recurso ao serviço da democratização da Cultura e esteio do desenvolvimento da sociedade.

Radicado neste espírito, o Centro Interpretativo procura veicular informações sobre o património do monte de S. Lourenço – natural, cultural, tangível ou intangível – conferindo acessibilidade a toda a comunidade.

Princípios

A gestão do Centro Interpretativo assenta sob três princípios básicos: a educação, a acessibilidade e a comunicação. Neste sentido, o serviço educativo centra-se no visitante, procurando criar impacto, diferenciar-se e constituir um ambiente amigável. Por seu lado, o serviço de acessibilidade atende que a interação entre o pessoal e o público seja constante. No âmbito da comunicação, o visitante participa na experiência, sendo emitidas mensagens mais personalizadas e implicação emocional do público.

Exposição CISL: "IDENTIDADE(S)"

Serviços

O CISL disponibiliza um conjunto de serviços que possibilitam ao visitante suprir as necessidades básicas e desfrutar dos atrativos do espaço:

Oferta cultural

Serviço de informação e orientação dos visitantes, relacionada com a exposição e área arqueológica (entre outros);
Serviço de teor cultural: programa de atividades culturais (vide Serviço Educativo).
Serviços complementares
Serviço Educativo CISL

  • Auditório: espaço multifuncional dotado de projeção multimédia, permite a realização de ações práticas do Serviço Educativo como espaço de debate, workshops e oficinas;
  • Loja: disponibiliza um conjunto de artigos de qualidade e desenho exclusivo.
  • Elevador e instalações sanitárias: edifício dotado com equipamentos destinados à comodidade do visitante, incluindo pessoas de mobilidade condicionada.
  • Serviço de Património Cultural: sediado no Centro Interpretativo de S. Lourenço, procede à gestão deste equipamento municipal, bem como à gestão, estudo, salvaguarda e valorização do Património do concelho.

 

O Castro e Centro Interpretativo "estão ON"!

Aceitamos o desafio da plataforma Pportodosmuseus.pt e estamos ON.

Sabia que…

CISL_ColarGold-in-glass

No Centro Interpretativo está exposto um colar de 27 contas em pasta vítrea e folha de ouro, conhecidas como “gold-in-glass”? É um dos exemplares mais completos e será único pela quantidade de peças e pela raridade de conjunto num mesmo contexto! Foi descoberto no piso (chão) de um dos edifícios do Castro de S. Lourenço, numa tarde de escavações arqueológicas, quando o sol fez reluzir uma das contas.
A última ocupação do edifício onde foi encontrado enquadra-se já no mundo romano, entre os séculos I a.C. e I. d.C., período em que a conta de vidro com ouro surge, geralmente, no Noroeste Peninsular. Hoje esta construção integra um dos núcleos habitacionais totalmente reconstruídos!
Este colar é composto por contas globulares e biglobular (duas esferas unidas), todas feitas a partir de dois núcleos de vidro incolor, entre os quais se encontra uma fina folha de ouro. Os exemplares mais antigos datarão do século III a.C. e terão sido produzidos no Egipto e em Rodes (Grécia).
Que leitura pode ser feita da descoberta no Noroeste Peninsular de duas mãos-cheias de contas de vidro com ouro? Que um colar com essas contas foi transportado até a este longínquo território! Como chegou até aqui e por quantas mãos passou até cá chegar? É impossível dizer! Mas sendo um adorno de luxo, certamente que quem o possuiu pertenceria a um grupo muito restrito, espelhando um certo grau de notoriedade social e económica.
Demais exemplares são conhecidos no contexto da arqueologia castreja do Noroeste Peninsular, nomeadamente no “Conventus Bracaraugustanus”, como nos castros de São Domingos (Lousada), Castroeiro (Mondim de Basto), Palheiros (Murça), São Julião (Amares) e Citânia de Sanfins (Paços de Ferreira). Para além deste território, são também conhecidas no “Conventus Lucense”, nos castros de S. Tegra (Pontevedra, Galiza) ou de Elviña (A Coruña, Galiza), bem como no “Conventus Asturo”, no castro de Chao Samartín (Astúrias).

Pode seguir esta iniciativa através https://pt-pt.facebook.com/pportodosmuseus ou https://www.instagram.com/pportodosmuseus.pt/

 

Quem somos e de onde vimos é a génese humana… esta é a sua história! Esta é a nossa história! 

 

Já espreitou a novidade de setembro?!

Visita Virtual

Temos uma nova oferta digital através de uma experiencia virtual, que possibilita a visita a diferentes espaços de interesse concelhio. Para além de fotografias esféricas panorâmicas, estão disponíveis diversos elementos complementares - textos, sons e vídeos - que podem ser acedidos clicando sobre os respetivos ícones.

No roteiro de visita virtual “Esposende Virtual” destacamos o Castro e Centro Interpretativo de S. Lourenço e o Castro do Sr. dos Desamparados (clicar sobre).

Mas não deixe de explorar os restantes atrativos mais identificativos do concelho de Esposende.

Faça-nos chegar as dúvidas e/ou sugestões!

SEJA MUITO BEM VINDO! 

𝗥𝗘𝗔𝗕𝗘𝗥𝗧𝗨𝗥𝗔 𝗗𝗢 CENTRO INTERPRETATIVO DE S. LOURENÇO
Terça-feira, 7 de julho de 2020

Horário funcionamento | Verão:

segunda a sexta-feira: das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00*

fins-de-semana e feriados: das 14h00 às 18h00*

* a última entrada para visita realiza-se 30 minutos antes da hora de encerramento

 

A reabertura assenta na observação escrupulosa de todas as normas de segurança emanadas pela Direção Geral de Saúde, nomeadamente:

➡️ É obrigatório, durante toda a permanência e até à saída do equipamento cultural:

- Uso de máscara

- Higienização das mãos

- Distanciamento social de 2 metros

➡️ No interior do CISL, o acesso a cada espaço - exposições, auditório e instalações sanitárias - está condicionado ao limite máximo definido

➡️ As visitas de grupo devem ser agendadas, previamente, através do telefone +315 253 960 179 ou pelo e-mail arqueologia@cm-esposende.pt

 

***

Reabertura_CISL_1jun2020_PT