Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende garante 200.000 euros para ampliação do Cemitério Paroquial de Forjães

22 Fev

Atribuídos apoios, em reunião de Câmara, no valor global de 224.684 euros

O Município de Esposende vai financiar as obras de ampliação do Cemitério Paroquial de Forjães. Neste sentido, em reunião de Câmara realizada hoje, a autarquia aprovou a celebração de um protocolo de cooperação com a Junta de Freguesia de Forjães, que prevê a concessão de um apoio financeiro no valor de 200.000 euros, destinado a suportar as despesas inerentes à intervenção.

Esta obra é entendida como prioritária pela Junta de Freguesia, na medida em que a capacidade do cemitério se encontra praticamente esgotada, sendo, pois, necessário dotar o recinto de mais sepulturas. Nesta intervenção, está também prevista a criação de columbários próprios para inumação de cinzas, uma medida que será alargada aos demais cemitérios do concelho.

O executivo municipal aprovou também a atribuição de um apoio financeiro, no valor global de 19.600 euros, à Junta da União das Freguesias de Palmeira de Faro e Curvos, montante destinado a financiar a reparação do muro de suporte à Rua da Cachada, em Curvos, bem como a reposição e regularização do pavimento naquela artéria. Esta intervenção visa garantir as necessárias e exigidas condições de segurança e de circulação, tanto rodoviária como pedonal, daquela rua.

Ainda em matéria de concessão de apoios financeiros, a Câmara Municipal aprovou a atribuição de 3.074 euros à Junta da União das Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra, para custear a reparação da cobertura dos balneários do campo de futebol de Gandra.

Foi ainda deliberado atribuir o montante de 2.000 euros à Associação Cultural e Recreativa Rio de Moinhos, de Marinhas, para ajudar as custear as despesas inerentes à realização do Carnaval de Rio de Moinhos, um evento que envolve a participação de centenas de figurantes e que se assume de relevante importância, tanto em termos culturais como de atratividade turística.

Em termos globais, o investimento municipal é de 224.684 euros, nota o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, referindo que “o projeto de desenvolvimento do concelho que temos traçado integra, por um lado, projetos macro, como é o caso das instalações do IPCA /Instituto Politécnico do Cávado e do Ave), do Parque da Cidade e da Zona Desportiva Municipal, e, por outro, um conjunto vasto de outros projetos e intervenções, entre os quais compromissos que temos assumidos com as freguesias e as suas populações. A par disso, temos vindo a dar resposta às mais diversas solicitações, tanto das Juntas e Uniões de Freguesia como das associações e instituições concelhias, numa ótica de satisfação das suas necessidades e anseios, uma estratégia alinhada com o cumprimento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, com o qual nos comprometemos”, vinca.