Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Lançamento de livro encerra comemorações do Centenário de Nascimento de Ilse Losa

Livroilse2013  1 1024 2500
16 Dez
A encerrar as comemorações do Centenário do Nascimento de Ilse Losa, a Câmara Municipal de Esposende realizou, no passado dia 14 de dezembro, a sessão de lançamento do livro «Sob céus estranhos, uma artista chamada Ilse».
A encerrar as comemorações do Centenário do Nascimento de Ilse Losa, a Câmara Municipal de Esposende realizou, no passado dia 14 de dezembro, a sessão de lançamento do livro «Sob céus estranhos, uma artista chamada Ilse».

A sessão decorreu no Auditório da Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, lotando completamente o espaço, e contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, e da filha da escritora, Alexandra Losa, sendo que a apresentação da obra esteve a cargo de Sara Reis da Silva, Diretora do Curso de Licenciatura em Educação Básica da Universidade do Minho.

Esta edição reúne os textos e intervenções do seminário \"Sob céus estranhos, uma artista chamada Ilse\", que o Município organizou, no passado mês de abril, em Esposende, no qual participaram alguns dos mais reputados especialistas das universidades portuguesas, familiares e amigos, nomeadamente José Manuel Mendes, José António Gomes, Ana Margarida Ramos, Sara Reis da Silva, Ana Isabel Marques, Manuela Bacelar, António Mota, Luís Ferreira Aves, Ana Cristina Vasconcelos e Alexandra Losa. A obra é ilustrada com fotografias, algumas delas inéditas, cedidas pela família de Ilse Losa.

A sessão de apresentação do livro traduziu-se num momento de partilha de memórias e de descoberta da autora portuguesa de origem alemã, que manteve forte ligação a Esposende. Vários dos presentes aproveitaram a oportunidade para colocar questões a Alexandra Losa, às quais respondeu solicita e agradada, manifestando a sua satisfação pela iniciativa da Câmara Municipal de homenagear, “de forma visível e em grande”, a escritora no centenário do seu nascimento. Agradeceu, por isso, o gesto em nome da restante família, realçando que “Esposende fez mais do que o Porto”, cidade onde Ilse Losa residiu grande parte da sua vida.

O programa comemorativo integrou várias iniciativas, sendo que o primeiro momento ocorreu no dia do aniversário da escritora, a 20 de março, com a abertura da exposição “Ilse Losa”, de Manuela Bacelar, na Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura. Seguiu-se, a 9 de abril, o seminário “Sob Céus estranhos, uma artista chamada Ilse”, e, no dia 15 do mesmo mês, o lançamento nacional do Selo Filatélico Ilse Losa, em Esposende, integrado na coleção “Vultos da Cultura e da História”. A encerrar o programa comemorativo, o Município lançou o livro com os textos e intervenções do seminário, por forma a permitir aos vindouros um melhor conhecimento da vida e obra da escritora, como realçou, na sessão de apresentação, o Presidente da Câmara Municipal. Benjamim Pereira referiu que esta “é a melhor forma de perpetuar o trabalho realizado e honrar Ilse Losa”, honrando também a memória do seu marido, o arquiteto esposendense Arménio Losa.

O Autarca manifestou total disponibilidade por parte do Município para, caso a família entenda, promover outras ações que possam contribuir para uma maior divulgação da vida e obra de Ilse Losa.