Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Concluídos trabalhos arqueológicos do Circuito Megalítico

Megalitico 1 1 1024 2500
07 Ago

 

Está concluída mais uma ação de trabalhos arqueológicos que teve o “Circuito Megalítico do Planalto de Vila Chã” como objeto de intervenção. Esta atividade foi financiada através da candidatura PROVERE MINHO Inovação e insere-se na política cultural do Município de Esposende que entende os sítios arqueológicos como recursos patrimoniais ao serviço da sociedade, despertando uma consciência coletiva para a preservação e o conhecimento do passado.
As intervenções arqueológicas incidiram em três monumentos megalíticos do Planalto de Vila Chã: Portelagem, Rapido III e Cruzinha. Estes sítios arqueológicos foram objeto de escavações arqueológicas no final do século XIX e durante todo o século XX, em ações que privilegiaram as zonas da câmara funerária e do corredor que compõem o dólmen.
Um dos objetivos dos trabalhos desenvolvidos este ano foi a caracterização das mamoas: a sua constituição e a sua articulação com os dólmens. Como conclusão, foi possível identificar os monumentos que estão dotados com anel pétreo no perímetro da mamoa, tendo-se constatado que em dois dos monumentos identificaram-se níveis de ocupação associáveis ao Calcolítico (finais do IV milénio ao 3.º quartel do III milénio a.C.) e, inclusivamente, num dos monumentos registou-se uma ocupação que será anterior à construção do dólmen. Na mamoa do Rapido III, a intervenção revelou, ainda, uma construção pétrea de grandes dimensões alinhada com a entrada do corredor.
Paralelamente, efetuaram-se levantamentos fotogramétricos e Morphological Residual Model (MRM), método que permite identificar e documentar arte rupestre.
Alguns dos objetos arqueológicos recuperados dos dólmens do Rapido e da Cruzinha podem ser apreciados na exposição “Mar de Histórias”, podendo complementar a informação com uma visita à exposição “IDENTIDADE(S): O Homem e o Território”. Estas mostras estão patentes no Centro Interpretativo de S. Lourenço, aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 e, aos fins-de-semana e feriados, entre as 14h00 e as 18h00, com entrada gratuita.
Para mais informações poderá entrar em contacto com o Serviço de Património Cultural, através do 253 960 179 ou do e-mail arqueologia@cm-esposende.pt.