Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Prémios Viana de Lima - Hélder Lima e Ivan Postiga melhores alunos de Arquitetura e Belas Artes da Universidade do Porto

Dsc 0128 1 1024 2500
31 Jul

DSC_0110

O Município de Esposende procedeu, hoje, à entrega dos Prémios Viana de Lima relativos ao ano académico 2018/2019.

Dando cumprimento ao protocolo estabelecido com a Universidade do Porto e à vontade do arquiteto Viana de Lima, expressa em testamento, de distinguir os melhores alunos das Faculdades de Arquitetura e de Belas Artes, em homenagem aos seus filhos Alexandre e Sílvia, a Câmara Municipal de Esposende tem vindo a premiar, anualmente, os alunos melhor classificados em cada um dos cursos, com o valor pecuniário de 2000 euros. Ainda de acordo com o estabelecido, os galardoados oferecem ao Município uma obra/trabalho da sua autoria para o Fundo Viana de Lima.

Nesta edição, o Prémio de Pintura “Alexandre Viana de Lima” foi atribuído a Ivan Postiga, recém-graduado Mestre em Artes Plásticas – especialização em Pintura, e o Prémio de Arquitetura “Sílvia Viana de Lima” foi para Hélder Lima, finalista do Mestrado Integrado de Arquitetura.

Dizendo-se honrado e orgulhoso pela distinção, Ivan Postiga agradeceu o prémio, considerando que representa o reconhecimento público do trabalho desenvolvido na faculdade. Agradeceu ao Município, bem como àqueles que o apoiaram e ajudaram no seu percurso académico, louvando, ainda, a Universidade do Porto pelo “forte investimento na aprendizagem”.

Por sua vez, Hélder Lima, assumindo forte emoção pelo reconhecimento, expressou agradecimentos ao Município de Esposende, à Universidade do Porto e à Faculdade de Arquitetura, e aos pais enquanto mais diretos responsáveis pela sua formação académica. Sobre este prémio, referiu que “não é apenas o reconhecimento, mas uma estratégia de recuperação e manutenção do património arquitetónico”.

Com votos de felicitação e de sucesso para o percurso profissional dos premiados, o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, afirmou que é uma honra para o Município a atribuição destes prémios, tanto pela afirmação do trabalho do arquiteto Viana de Lima, como pelo reconhecimento do mérito académico destes estudantes.

Começando por lembrar a personalidade e a obra de Viana de Lima, Benjamim Pereira aludiu ao processo que culminou com a parceria entre o Município e a Universidade do Porto, possibilitando tanto a atribuição destes prémios como a abertura da Casa das Marinhas ao público em geral, particularmente aos estudantes da Faculdade de Arquitetura. Deu nota de que a Casa-Museu do arquiteto esposendense será, oportunamente, alvo de nova intervenção, assegurando, deste modo a preservação do imóvel, classificado como Monumento de Interesse Público.

O Reitor da Universidade do Porto, António Sousa Pereira, saudou a parceria estabelecida, em 2010, com a Câmara Municipal de Esposende, considerando que possibilitou a “preservação e valorização de um património arquitetónico ímpar”. Neste contexto, felicitou o Município pelo trabalho de musealização da Casa das Marinhas, assinalando que a autarquia “tem cumprido com elevação o compromisso”. Referindo-se aos prémios Viana de Lima, salientou que é “uma iniciativa que não só exalta uma das figuras da história recente da Universidade do Porto, mas que pretende também enaltecer o mérito académico dos nossos estudantes de pintura e arquitetura”. Aos premiados dirigiu palavras de felicitação e expressou votos de percursos de sucesso.

Do mesmo modo, a Diretora da Faculdade de Belas Artes do Porto, Lúcia Matos, saudou e felicitou os distinguidos. Numa alusão ao trabalho de Viana de Lima, referiu-se à articulação entre as artes, nomeadamente entre a pintura e a arquitetura, realçando o espírito de comunidade, de trabalho em conjunto, que existia na época do arquiteto esposendense.

O Diretor da Faculdade de Arquitetura do Porto, João Pedro Xavier, centrou a sua intervenção na obra de Viana de Lima, concretamente na Casa das Marinhas, e concluiu evidenciando o percurso do estudante de arquitetura premiado, que iniciou o curso precisamente na altura em que o imóvel se tornou visitável.

A cerimónia, que decorreu no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, foi abrilhantada por momentos musicais protagonizados pelas alunas da Escola de Música de Esposende Margarida Durães e Marta Rosário.