Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende mantém descentralização de eventos culturais

O teatro vai 1 1024 2500
04 Abr

O Município de Esposende, no âmbito da política de descentralização cultural, vai realizar, ao longo do ano em curso, um conjunto de eventos culturais, de acesso gratuito, nas freguesias do concelho.

O programa inclui espetáculos de teatro, música, dança e etnografia, a desenvolver por grupos e entidades locais, iniciando-se já no próximo sábado, dia 6 de abril, com a atividade “O Teatro vai a… Palmeira de Faro”. A partir das 21h30, no Auditório do Centro Paroquial, o grupo de teatro da Juventude Unida de Marinhas (JUM) leva à cena a peça de teatro “Círculo da Caça”, de Eduardo de Filippo. Este espetáculo decorre do projeto municipal CREARTE (Crescimento da Arte Teatral em Esposende) e integra as comemorações do Dia Mundial do Teatro, que se celebrou a 27 de março.

Em maio, no dia 12, às 21h30, “A Música vai a… Belinho”, no dia 18, às 21h30, “O Teatro vai a… Apúlia” e, no dia 19, às 16h00, “A Dança vai a… Rio Tinto”.
Para junho, estão previstas mais três atividades, nomeadamente no dia 8, às 21h30, “O Teatro vai a… Antas”, no dia 15, às 21h30, “O Teatro vai a… Gandra” e, no dia 16, às 11h00, “A Música vai a… Gandra”. Posteriormente, “A Música vai a… Belinho”, no dia 10 de agosto, às 22h00; no dia 15 de setembro, às 16h00, “A Etnografia vai a… Apúlia”; no dia 12 de outubro, às 21h30, “O Teatro vai a… Curvos” e, por fim, no dia 17 de novembro, às 16h00, “A Etnografia vai a… Gemeses”.

Através do desenvolvimento deste programa descentralizado de atividades, o Município proporcionará à comunidade o acesso a eventos culturais nas suas próprias localidades e a possibilidade de apreciar o trabalho que é desenvolvido a este nível no concelho. De resto, tendo o Município vertido para o seu plano de ação os Objetivos de Desenvolvimentos Sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, está também a contribuir para as metas Educação de Qualidade (ODS 4), Reduzir as desigualdades (ODS 10) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade (ODS 17).

Refira-se que, também no âmbito do plano de descentralização cultural, o Município, em parceria com as Juntas de Freguesia, desenvolveu, em 2018, o programa “À Descoberta de…”, através da realização de um conjunto de eventos culturais em todas as freguesias do concelho.