Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende Preside à Rede Nacional da Cultura do Mares e dos Rios

Rncmr1 1 1024 2500
19 Nov
No passado dia 16 de Novembro, o Município de Esposende assumiu a Presidência da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, para o biénio 2014/2016. A tomada de posse foi precedida da cerimónia de aposição inaugural do Carimbo do Dia Nacional do Mar, pelo Director de Filatelia dos CTT, Dr. Raul Moreira.
No passado dia 16 de Novembro, o Município de Esposende assumiu a Presidência da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, para o biénio 2014/2016. A tomada de posse foi precedida da cerimónia de aposição inaugural do Carimbo do Dia Nacional do Mar, pelo Director de Filatelia dos CTT, Dr. Raul Moreira.

A cerimónia contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, do Almirante José Bastos Saldanha, da Sociedade de Geografia de Lisboa, e do Vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Luís Diamantino, em representação da Presidência cessante.

Benjamim Pereira defende que “o mar e o rio têm sido elementos marcantes na história de Esposende” e realça que “o Município tem vindo a dar a conhecer o papel desta dinâmica no território concelhio, seja pela cultura tradicional, seja pelo seu potencial turístico, pela atividade da pesca tradicional, pelo desporto de mar e até pelos problemas da acentuada erosão costeira ligando as novas oportunidades, o empreendedorismo, a inovação e a investigação”. Apontou, ainda, várias ideias dando ênfase à importância de definir um plano de atividades, no qual se destaca a criação de um prémio literário para valorizar o que há escrito sobre o mar e os rios e apontou que efemérides como o Dia da Água, o Dia Nacional do Mar, o Dia do Pescador, entre outras, sejam assinaladas com visibilidade no âmbito da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, através de eventos e publicações.

Durante a sua intervenção, o autarca defendeu sempre que “Esposende tem desenvolvido um intenso trabalho em prol dos mares e dos rios”, que considera “um valioso e inestimável património”, de que são exemplos o Banho Santo da Romaria de S. Bartolomeu do Mar; a Rede de Museus do Mar de Esposende (MUMAR-E); o Projeto Esposende, terra e mar”, que se traduz no levantamento do património material e imaterial, relacionado com o mar e os rios do concelho e a sua relação com o mundo agrícola; e o projeto “Tradição Viva” que visa recensear, valorizar e desenvolver os saberes relacionados com o património marítimo e fluvial.
A nível científico, o Autarca destacou o estudo de levantamento das espécies marinhas da costa de Esposende, desenvolvido em parceria com a Associação Forum Esposendense; o estudo da Orla Costeira numa parceria com a Universidade do Minho; e a investigação dos Sítios Arqueológicos relacionados com o meio aquático, numa parceria com universidades nacionais e estrangeiras e com a Câmara Municipal de Vila do Conde e o Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa, de Braga.

No que concerne ao plano turístico, enquadram-se no desígnio municipal as praias com Bandeira Azul, os passeios fluviais, a dinamização do Caminho de Santiago e a concretização de projetos como a construção da Ecovia do Litoral, que vai ligar Esposende a Caminha, e do Cávado, Esposende a Terras do Bouro, assim como a iniciativa gastronómica “Março com Sabores do Mar”. Relativamente ao plano desportivo, o enfoque vai para as escolas de kitesurf e a Escola e Centro de Mergulho e atividades náuticas da Associação Forum Esposendense.

O Almirante José Bastos Saldanha, da Sociedade de Geografia de Lisboa e fundador da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, salientou que a itinerância da Rede visa dar a oportunidade a cada município de evidenciar as suas potencialidades e recursos e lembrou que este organismo integra, além dos municípios escolas, universidades, associações cívicas e visa contribuir para a valorização cultural e cívica das gerações mais jovens.

Por seu turno, o Vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Luís Diamantino, deu os parabéns ao Município de Esposende pela Presidência da Rede e congratulou-se pelo organismo, mostrando toda a colaboração para “aproveitar todas as oportunidades”.

As comemorações do Dia Nacional do Mar continuaram durante a tarde, no Museu Marítimo de Esposende com a Jornada “A Libertação da via da Água”, onde marcaram presença todas as associações que assinaram o Manifesto, em torno da defesa e preservação das embarcações tradicionais.