Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

VIVER ABRIL - 50 anos da Revolução

Agenda
12 a 27 Abr '24

A edição 2024 de “Viver Abril” visa comemorar e celebrar o 50.º aniversário da Revolução de 25 de Abril de 1974, numa perspetiva contemporânea. Assente na herança coletiva da nossa História, em particular deste importante marco, num momento tão conturbado que ameaça a paz na europa e no mundo, e numa era em que os populismos avançam, em larga escala, incluindo em Portugal, assume-se de especial relevância refletir sobre os valores de Abril e sobre a saúde da nossa democracia. Importa, pois, conhecer a fundo estes fenómenos: os do passado e os do presente.

Assim, nesta comemoração em particular, e à luz dos princípios do movimento das Cidades Educadoras, o Município de Esposende reforça a intencionalidade educadora na sua proposta de celebração, desafiando a sociedade civil e, muito em particular, a comunidade educativa, a participar ativamente nesta celebração. Neste sentido, para além das sessões protocolares no “Dia da Liberdade”, estão previstas diversas atividades, como exposições, tertúlias, concertos, espetáculos de dança, cinema, assim como a “Catraia de Livros”, que este ano se associa a esta efeméride, tendo como mote “Viver a Liberdade”.

PROGRAMAÇÃO

CARTAZ DE RUA_f

CICLO DE EXPOSIÇÕES

“Ditadura, Revolução, Democracia” | Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura

Resulta de uma parceria com o Plano Nacional das Artes, o Centro de Estudos Interdisciplinares da Universidade de Coimbra e a Escola Superior de Educação de Coimbra.

“50 Anos do 25 de Abril: 50 Anos de Democracia” | Auditório da Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura

Coleção disponibilizada ao público, em acesso livre e gratuito, pela Biblioteca Digital do Cávado - AQUALIBRI. Inclui centenas de documentos de natureza política, partidária e panfletária do concelho de Esposende, de 1974 até ao presente, são agora compilados num conjunto singular de informação preciosa da nossa democracia. Consultar aqui.

“Linhas com Liberdade” | Rua 1º de Dezembro

Esta exposição é produto da Oficina de Instalação de Arte Urbana do Projeto AMAReMAR – Arte e Comunidade, orientada pela artista Ana da Silva. Tendo por mote e inspiração os acontecimentos que desabrocharam na madrugada de 25 de abril de 1974, esta criação, com recurso à técnica de bordado com linhas de lã, resulta de uma reflexão sobre o conceito e desejo de liberdade(s).

“Vistos pela Censura. A inspeção em Esposende. 1950-1970” | Largo Rodrigues Sampaio

A partir do espólio do Arquivo Municipal de Esposende, a exposição dará a conhecer a dinâmica cultural e as estruturas criadas para a sua divulgação, condicionadas pelos ideais do regime e da designada “Política do Espírito”, aliadas à preservação e promoção de uma “Cultura Popular”.

 

ESPETÁCULOS