Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende atribui mais de 53 000 euros a instituições do concelho

Dsc09263  002  1 1024 2500
14 Maio 2020

 

O Município de Esposende vai atribuir apoios, no montante global de 53.420,31 euros a instituições e coletividades concelhias, de acordo com deliberação aprovada, por unanimidade, em reunião de Câmara.

Assim, a Associação Juvenil Corpo de Animação, criada por um grupo de escuteiros de forma a apoiar de forma mais vincada e participativa o Escutismo na Freguesia de Marinhas, foi contemplada com um apoio de 25 000 euros, para fazer face às intervenções a realizar no âmbito da reabilitação de instalações da sede da associação. Trata-se de um edifício construído em 1995, que serve de sede aos escuteiros de Marinhas, e que regista vários e graves problemas de infiltrações e humidade. Dado que é urgente e imprescindível proceder às reparações e correções necessárias, o Município decidiu apoiar a execução da empreitada, cujo valor global ultrapassa os 53 000 euros.

O executivo municipal aprovou igualmente a concessão de um apoio financeiro ao Centro Social e Paroquial de Fonte Boa, no montante de 11.450 euros, para ajudar a custear a aquisição de uma viatura de transporte de passageiros de 9 lugares. A verba corresponde a 50% do valor total do veículo, de acordo com o estipulado no regulamento de apoio a instituições para aquisição de viaturas. Atendendo à conjuntura que o país atravessa e que tem afetado de forma muito significativa a estabilidade financeira das instituições de índole social, a Câmara Municipal entendeu conceder este apoio permitindo que o Centro Social e Paroquial de Fonte Boa possa garantir o transporte dos seus utentes em segurança, reunindo todos os necessários critérios também para transporte de crianças.

Na mesma reunião, a Câmara Municipal aprovou, ainda, uma adenda ao protocolo de cooperação estabelecido com a Fábrica da Igreja de S. João Baptista de Vila Chã, que se traduz num reforço do apoio financeiro para a instalação de um parque infantil, no Centro Paroquial e Social de Vila Chã. Ao abrigo deste protocolo, o Município atribuiu uma verba de 57.895 euros, mais IVA, à Fábrica da Igreja para comparticipar as despesas inerentes à realização das obras de instalação deste equipamento. Contudo, a verba revelou-se insuficiente, tendo sido necessário, posteriormente à concretização da instalação do parque, proceder a arranjos exteriores que fazem parte integrante da sua instalação e garantem o seu bom funcionamento. Neste contexto, o Município deliberou a concessão de 16.970,31 euros para custear os acabamentos necessários.

Dentro das suas possibilidades e limitações, o Município de Esposende continua a contribuir para a concretização das solicitações das instituições concelhias, numa ótica de satisfação das necessidades e anseios das populações.