Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

“Catraia de Livros” celebra os 50 anos do 25 de Abril e convida a “Viver a Liberdade”

03 Abr 2024

 

De 12 a 25 de abril, Esposende acolhe “Catraia de Livros | Semana da Leitura”, evento promovido pelo Município de Esposende, através da Rede de Bibliotecas do Concelho de Esposende (RBCE), da qual faz parte a Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura. Esta terceira edição será dedicada aos 50 anos do 25 de abril, com o tema Viver a liberdade!

Catraia de Livros tem como objetivo principal celebrar e incentivar o prazer de ler, envolvendo toda a comunidade, com múltiplas atividades que promovam a leitura e o encontro entre os livros, os seus leitores e autores. Pretende-se, assim, englobar todas as formas de leitura, proporcionando um programa diversificado e abrangente para todo o tipo de público.

A programação do evento, para estes 14 dias, compreende a realização de dezenas de atividades, destinadas ao público escolar e à comunidade em geral, tendo como fonte de inspiração o 25 de Abril (de 1974) que aconteceu há 50 anos.

Declamações, peças de teatro, exposições, encontros com escritores e uma feira do livro permanente são algumas das atividades que decorrerão ao longo de duas semanas, na tenda montada na Zona Ribeirinha, no Auditório Municipal e ainda nos estabelecimentos de ensino. Todo o programa pode ser consultado em https://issuu.com/municipiodeesposende/docs/folheto_catraia_24_w

No dia 12 de abril, pelas 17h30, decorrerá a sessão de abertura, na tenda instalada na Zona Ribeirinha. A cerimónia conta com as presenças do presidente da Câmara de Esposende, Benjamim Pereira e de Manuela Pargana Silva, Coordenadora Nacional da Rede de Bibliotecas Escolares. Na ocasião serão declamados excertos do poema “As portas que Abril abriu”, de Ary dos Santos e que serão interpretados por alunos da Escola Básica de Góios, do Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio. Alunos da EB Gandra, do AE António Correia de Oliveira interpretarão “Era uma vez o 25 de abril” e, pelas 18h30, será apresentado o livro “A desobediente – biografia de Maria Teresa Horta”, de Patrícia Reis e cuja apresentação estará a cargo de Daniel Tavares, professor no IPVC e investigador na UM.

Sábado, dia 13 de abril, haverá uma sessão para famílias, pelas 10h30, com o Quiz “Quem quer ser um historiador?” e, às 17 horas, decorre o espaço “À conversa”, com o tema “As mulheres na literatura, antes e depois de abril!”, tendo como intervenientes Rosa Cabecinhas, da Universidade do Minho e Samuel Silva, do Jornal Público.

Às 21h30, no Auditório Municipal, realiza-se o concerto “O meu partido é a liberdade”, de Mia Tomé e João Pedro Coelho.

No domingo, dia 14 de abril, a sessão famílias convida a Yogar Comigo, pelas 10h30, estando reservada a tarde para a apresentação do projeto “Livro Livre”, de Danuta Wojciechowska e que envolve as comunidades escolares dos Agrupamentos de Escolas Correia de Oliveira, António Rodrigues Sampaio e da Escola Secundária c/ 3º ciclo Henrique Medina.

No dia 15 de abril, entre as 9h30 e as 10h30, decorre a Hora do Conto, com a leitura de “Os piores contos do mundo”, por Rodolfo Castro e, às 18 horas há o Festival de Bolso, organizado pela Escola de Música de Esposende.

Dia 16 está agendado encontro com o escritor e ex-combatente Fernando Costa, na Escola Básica de Apúlia e com Manuel Cunha, na Biblioteca Escolar EB António Correia de Oliveira. Dia 17 Virgínia Millefiori apresenta, na Hora do Conto, “Sortido de Contos de liberdade” e, no dia seguinte, Cristina Silva lê “Obrigado. Uma história de vizinhos”. Às 21h30 será apresentado, por Lúcia Barros, o livro “Travessias”, de Conceição Vicente.

“(Com) Viver com Poesia de abril” é a proposta que Raquel Patriarca traz à Catraia de Livros, no dia 19 de abril, pelas 21h30, com declamação de Francisca Camelo e André Domingues e o acompanhamento à guitarra estará a cargo de Rui David.

Dia 20 de abril, pelas 18 horas, será apresentado, por Hugo Pinto Santos, o livro “Spolia Pauper”, de Rafael Sousa Santos e que conta com as presenças de Vasco Santos e Diogo Paiva. Segue-se, pelas 21h30, o concerto “Liberdade”, pelo Coro Ars Vocalis e Academia de Bailado de Esposende.

Dia 21 de abril, pelas 21h30 decorre o sarau “Comemorar Abril”, de Álvaro Maio e dia 22 acontece o encontro com Fernando Costa, autor de “Lara e a Gaivota”.

Há, ainda, a caça ao tesouro “Poetas da liberdade”, a decorrer nas ruas da cidade e nas lojas do comércio local (dia 22), o concerto “História cantada”, por Zeca e Eliseumatos, a performance poética “Árvores e outras espécies de verso” (dia 23) ou a peça de teatro “O rapaz que conversava com os pássaros” (dia 24).

A encerrar esta terceira edição da Catraia de Livros realiza-se, no dia 25 de abril, pelas 16 horas, a conversa entre Ana Cristina Silva e António Maranhão Peixoto, tendo como tema “25 de abril: que liberdade é esta?”.

Durante todos os dias em que decorre a Catraia de Livros é possível visitar, na Escola Secundária c/ 3º ciclo Henrique Medina, as exposições “Cinco décadas de democracia - o que mudou?”, da Pordata, “Livros da censura” e “Knolling literário”.

Esta ação converge para as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.