Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Presidente da Câmara Municipal de Esposende inaugurou requalificação do Centro Paroquial de S. Bartolomeu do Mar

_DSC9555
_DSC9568
_DSC9572
_DSC9580
_DSC9589
_DSC9599
_DSC9609
_DSC9620
_DSC9631
_DSC9650
_DSC9677
07 Julho 2024

Benjamim Pereira anunciou novos investimentos no território concelhio

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, presidiu hoje à cerimónia de inauguração das obras de requalificação do Centro Paroquial de S. Bartolomeu do Mar, para as quais o Município contribuiu com 100 mil euros.

Numa altura em que se prepara para dar início a um périplo de visitas às freguesias do concelho, para aferir no terreno os projetos em curso e avaliar as necessidades das populações, Benjamim Pereira avançou em Mar a concretização de um conjunto de investimentos que se juntam a outros concretizados recentemente, nomeadamente o apoio à obra hoje inaugurada e à requalificação do Pavilhão do Centro Social de Mar e da Rua Adfora.

Em resposta aos responsáveis da Junta da União das Freguesias de Belinho e Mar, o autarca assegurou que o Município está disponível para concretizar a tão ambicionada intervenção de ligação do adro da Igreja ao Centro Paroquial, criando o exigido e necessário estacionamento, cuja carência se faz sentir com particular incidência por ocasião da romaria de S. Bartolomeu do Mar.

Benjamim Pereira garantiu também que será concretizada a obra de alargamento do cemitério e a requalificação da sede dos escuteiros e anunciou que o Município está ainda empenhado na concretização do projeto da ecovia litoral. Neste sentido, afiançou que, caso não consiga obter financiamento para a execução do troço em falta, entre Antas e Rio de Moinhos, em Marinhas, a Câmara Municipal concretizará, com recursos próprios, o percurso da ecovia entre Mar e Rio de Moinhos, e aproveitou para apelar à colaboração dos proprietários dos terrenos atravessados pelo trajeto. Em sintonia com o executivo da União das Freguesias de Belinho e Mar, o Presidente da Câmara Municipal realçou a importância da criação da ligação rodoviária da Estrada Nacional 13 à Estrada Real, considerando que configura uma “via estruturante”, pelo que o Município se empenhará também na sua concretização.

Assinalando que “Esposende é um Município em forte desenvolvimento”, Benjamim Pereira referiu que, a par destas intervenções, há projetos transversais a todo o concelho e, por conseguinte, que beneficiam toda a população, como é o caso dos centros de saúde e da Escola Secundária Henrique Medina que serão alvo de forte investimento proximamente. Apontou, ainda, a concretização do ensino superior em Esposende (IPCA) e os projetos previstos para o Forte de S, João Baptista e para a Estação Radionaval de Apúlia como determinantes, impulsionando o desenvolvimento e engrandecimento do território concelhio. Uma estratégia alinhada com o cumprimento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.

Relativamente à requalificação do Centro Paroquial, Benjamim Pereira expressou orgulho pela obra concretizada e pelas sinergias criadas em torno do projeto, notando que representa “um exercício de colaboração entre todos para o bem comum”. Neste sentido deixou palavras de reconhecimento a todos quantos tornaram possível a sua concretização, particularmente aos membros da Comissão de Obras e do Conselho Económico e Paroquial, liderado pelo Pároco Domingos Sampaio Viana. Manifestou particular agrado pelo facto de ter sido dada nota pública de todo o investimento realizado, das receitas às despesas, reflexo do rigor da boa gestão que tanto aprecia, como tem amplamente propalado. O autarca saudou ainda as opções técnicas da obra e, neste particular, felicitou a intervenção e trabalho de Carlos Lima, representante de Mar na Junta da União das Freguesias de Belinho e Mar e do Conselho Económico e Paroquial de S. Bartolomeu do Mar.

O Presidente da Junta da União das Freguesias de Belinho e Mar, Manuel Abreu, expressou satisfação pela melhoria concretizada, um edifício “indispensável” para a comunidade de Mar, e felicitou a Paróquia pela iniciativa de avançar com as obras, saudando também o Município pela ajuda financeira que disponibilizou. “Que todos se sintam orgulhosos do trabalho que aqui foi feito”, rematou.

Na mesma linha, o Pároco Domingos Sampaio Viana agradeceu ao Município o apoio concedido e a colaboração da Junta da União das Freguesias de Belinho e Mar, particularmente a Carlos Lima, que desenvolveu o projeto de requalificação do edifício, cuja construção remonta a 1974, e que “foi o motor e a alma” das obras. Agradeceu ainda o empenho e entrega da Comissão de Obras, que tornaram possível a concretização da empreitada, cujo custo final rondou os 250 mil euros.

Carlos Lima falou num projeto “moroso e exigente” que visou dotar o edifício de condições para funcionamento da catequese e de outros grupos da Paróquia. Detalhou os trabalhos efetuados e os custos da intervenção e afirmou que “o Centro Paroquial é de todos e para todos”. Discreto, mas dinâmico, aproveitou a oportunidade para lembrar a Benjamim Pereira a premência da concretização do projeto de ligação do adro ao Centro Paroquial, “imprescindível para resolver os problemas de estacionamento”.