Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende aposta na prevenção do consumo de substâncias psicoativas nas escolas

Saude
Eueosoutros 1 1024 2500
09 Maio 2014

Em parceria com o Centro de Respostas Integradas da Administração Regional de Saúde do Norte, a Câmara Municipal de Esposende está a desenvolver, de forma experimental, em algumas escolas do concelho, o projeto «Eu e os Outros».

Em parceria com o Centro de Respostas Integradas da Administração Regional de Saúde do Norte, a Câmara Municipal de Esposende está a desenvolver, de forma experimental, em algumas escolas do concelho, o projeto «Eu e os Outros», no sentido de avaliar e projetar o seu alargamento, no próximo ano letivo, a todos os estabelecimentos concelhios.

Este programa surge no âmbito do trabalho desenvolvido pelo grupo “Crescer Saudável”, que integra a Autarquia e as empresas municipais Esposende Ambiente e Esposende 2000, o Centro de Saúde de Esposende, os Agrupamentos de Escolas do concelho e as escolas Secundária Henrique Medina e Profissional de Esposende, e visa criar uma resposta para a prevenção do consumo de substâncias em idade precoce.

O “Eu e os Outros” é um programa de prevenção dos problemas ligados ao consumo de substâncias psicoativas, criado em 2006, pelo Instituto da Droga e Toxicodependência. A abordagem a esta problemática é feita de forma integrada com outras temáticas ligadas ao dia-a-dia dos jovens, como é o caso dos comportamentos alimentares, a dependência da net, as amizades, a homofobia, o bullying, a exploração do trabalho infantil, a sexualidade e o mau trato no namoro, a cidadania e a pessoa portadora de deficiência, entre outras.

A implementação deste programa traduz-se na reflexão em grupo sobre temas do desenvolvimento ligados à adolescência, tendo por base oito histórias em suporte eletrónico, cada uma abordando temas ligados ao desenvolvimento pessoal e social. Os jogadores têm por objetivo conduzirem um grupo de personagens, mediante um conjunto de decisões partilhadas, na resolução de problemas do dia-a-dia.

Este programa é ainda suportado na formação constante dos professores, que assumem um papel fundamental na dinamização do jogo e na criação do ambiente favorável à reflexão em grupo e à tomada de decisão.

Atendendo a que a promoção da saúde é a componente principal, ou mesmo essencial, do processo de desenvolvimento de qualquer comunidade, a escola constitui um local primordial para desenvolver programas de prevenção que dotem os jovens do conhecimento e capacidade necessários para enfrentar as situações que os desafiam nestes domínios.