Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município convida a descobrir “Esposende com E(co)stória” em bicicletas elétricas

Miradouro de monte de faro palmeira de faro 0 1 1024 2500
18 Mar

miradouro-da-sra-da-guia-belinho_0

O Município de Esposende inicia no próximo domingo, dia 20 de março, o programa de promoção de visitas guiadas “Esposende com E(co)stória”.

Trata-se de um circuito de visitas em bicicleta todo-o-terreno, que visa dar a conhecer o território concelhio, nomeadamente o património natural, paisagístico, arqueológico, religioso, cultural e etnográfico, bem como a Rede de Miradouros, Rede de Observatórios de Avifauna e Rede de Percursos Pedestres. Estas visitas são orientadas por técnicos com especialização nas áreas da geodiversidade, património histórico e cultural.

O Município disponibiliza bicicletas elétricas, que oferecem melhores condições para percorrer entre 30 a 40 quilómetros com diferentes altitudes, com autonomia e resistência. A participação é gratuita, mas carece de inscrição prévia, através do site da empresa municipal Esposende 2000, em https://www.esposende2000.pt/pt/25-desporto-outdoor/. Cada visita é limitada a quatro participantes, mas pode ser alargada até 10 pessoas, sendo que as restantes terão que usar a sua própria E-Bike.

O programa inicia no dia 20 de março, com o Percurso dos Miradouros, que inclui a passagem pelos locais mais elevados do concelho, designadamente os Montes de Faro (Palmeira de Faro), S. Lourenço (Vila Chã), Senhora da Paz (Marinhas) e Senhora da Guia (Belinho). Seguem-se, no dia 24 de abril “Caminhos com História”, inserido no BTT Luso Galaico; no dia 22 de maio “Percurso Árvores Notáveis”; no dia 19 de junho “Caminhos de Fé”; no dia 17 de julho “Património Natural (PNLN)”; e no dia 21 de agosto “Caminhos da Idade Média”.

Este programa de promoção de visitas guiadas, que resulta de uma candidatura ao PROVERE - PROVERE: Programa de Valorização Económica dos Recursos Endógenos, insere-se na estratégia turística do Município e tem subjacente diversos aspetos de inovação, valorização e promoção do território do concelho, cujas premissas obedecem a padrões ambientais, de sustentabilidade, de viabilidade económica, manutenção e criação de roteiros capazes de proporcionar uma série de experiências e mais-valias a quem pretende usufruir deste palco natural. Esta estratégia está interligada com o cumprimento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.