Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende apresenta história musicada d’O Capuchinho Vermelho

Capuchinhovermelho 1 1024 2500
27 Mai

Capuchino Vermelho

Como forma de assinalar o Dia Mundial da Criança, que se comemora a 1 de junho, o Município de Esposende vai promover o espetáculo “O Capuchinho Vermelho”, uma história musicada, que será apresentada pela Orquestra da Costa Atlântica no dia 6 de junho, domingo, às 10h30, no Auditório Municipal.

Adequado para crianças entre os 6 e os 10 anos de idade, este espetáculo será apresentado num formato informal, desconstruindo a separação entre o palco e público, de modo a criar condições adequadas para a construção de um laço emocional com as crianças, em particular, através de uma cooperação constante, ativa e divertida.

Neste espetáculo, a música nunca vem só, mas traz com ela histórias fantásticas do imaginário e da literatura infantil, povoadas por divertidos personagens, bosques encantados, animais falantes, lendas fantásticas e instrumentos musicais com personalidades muito diferentes que, afinal, o que procuram é instigar a amizade, o sonho e a magia aos mais novos. É neste mundo de fantasia que a Orquestra da Costa Atlântica, sob a direção artística do maestro Luís Miguel Clemente e com a narrativa a cargo do contador de histórias Nuno Pinho, levará os mais pequenos a “mergulhar” nas aventuras de O Capuchinho Vermelho.

O espetáculo tem entrada livre, mas está sujeito à limitação do espaço, pelo que é obrigatória inscrição prévia, que poderá ser feita online através do site www.esposende2000.pt ou no balcão das Piscinas Municipais Foz do Cávado, em Esposende. Atendendo à situação da pandemia Covid-19, esta atividade está sujeita às normas da Direção Geral de Saúde.

Com sede em Esposende, a Orquestra da Costa Atlântica foi fundada, em 2015, por Ana Carolina Capitão e Luís Miguel Clemente, reunindo instrumentistas de elevado nível técnico e artístico numa formação de singular excelência no panorama musical português. É constituída por um efetivo de sessenta instrumentistas profissionais, mas pode ser reduzida ou expandida de acordo com as especificidades de cada programa de concerto, podendo, desta forma, interpretar um amplo reportório, que se estende do barroco até à música contemporânea, bailados, óperas ou bandas sonoras de filmes, assegurando uma versátil atividade artística.

Através de uma programação cultural que abrange vários eventos e uma multiplicidade de atividades artísticas o Município de Esposende dá cumprimento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 das Nações Unidades, que verteu para o seu plano de ação.