Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Catraia de Livros prossegue com atividade cultural intensa

10 Mar

catra conto

“Catraia de Livros” entra na segunda semana de divulgação do livro e da leitura com um programa vasto que envolve a apresentação de livros, conversas com autores e diversas atividades culturais que envolvem os alunos da escolas do concelho de Esposende. Na Feira do Livro, patente no Largo Dr. Fonseca Lima, estão presentes diversas editoras e o Município de Esposende tem à venda as muitas obras que já editou.

Do vasto programa elaborado, constam ações que procuram despertar o interesse pela leitura e descobrir as facetas imagética e interativa da leitura. Sábado, dia 11, o professor Ulisses Mota dará uma formação sobre Leituras Gamificadas, no auditório da Biblioteca Municipal. Enquanto isso, os serviços educativos do Museu Municipal apresentam, aos mais novos, a atividade “Vamos colorir a Catraia?” que decorre durante o fim-de-semana. Também para os mais novos, Inácia Cruz propõe revisitar a obra de Eugénio de Andrade com a “História da égua branca”, na hora do conto.

Ainda no sábado, pelas 16h00, Raquel Patriarca, professora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, apresenta o novo livro de João Tordo “Cem anos de perdão”. À noite, Pedro Lamares dá vida ao espetáculo “A poesia é uma arma carregada de futuro”, no Auditório Municipal.

A edição deste ano da Catraia de Livros evoca Agustina Bessa-Luís e Eugénio de Andrade, autores que escolheram Esposende para viver ou gozar férias e aqui colheram inspiração para a produção literária.

Depois de José Rodrigues dos Santos, ainda passam pela Catraia de Livros as escritoras Isabela Figueiredo e Lúcia Barros e os escritores João Tordo e Álvaro Laborinho Lúcio, para apresentarem os seus livros mais recentes.

O programa apresenta um vasto conjunto de atividades dirigidas aos mais jovens, com espetáculos e performances alusivos aos dois autores evocados e, em dias alternados, há Festivais de Bolso, promovidos pela Escola de Música de Esposende.

Todas as manhãs são preenchidas com Horas do Conto, pelas mãos das contadoras Gusta Santos e Virgínia Millefiori, no Auditório Municipal.

No domingo de manhã, dia 12, a Orquestra da Costa Atlântica sugere o conto musicado “E se a música te contasse uma história? Uma viagem a “’Não-sei-onde!’”. No Auditório Municipal, pelas 17h00, realiza-se o concerto encenado “AGUSTINA”, pelo Coro de Pequenos Cantores de Esposende, com direção de Helena Venda Lima, e com participação especial do grupo de teatro infantil Boca de Cena.

O recital sobre Eugénio de Andrade, “Ofício de paciência”, será conduzido pelo jornalista Alberto Serra, com declamações de Jorge Braga, acompanhado ao piano pelo professor Nuno Areia, na noite do dia 14, terça-feira. Na noite do dia seguinte, António Maranhão Peixoto apresenta o livro de Isabela Figueiredo “Um cão no meio do caminho”.

No dia 16 de março, a Escola Profissional de Esposende apresenta a dramatização de homenagem a Eugénio de Andrade, abordando o poema “Ver claro" e a professora e bibliotecária Lúcia Barros apresenta o seu livro “Crianças leitoras, crianças felizes”, onde aborda a importância da leitura em família, na infância. Às 21h30, e a encerrar esta festa do livro e da leitura, Álvaro Laborinho Lúcio apresenta o livro “As sombras de uma azinheira”, numa conversa moderada por Raquel Patriarca.

Catraia de Livros concretiza um trabalho em rede, fomentando parcerias e rentabilizando recursos entre os dois Agrupamentos de Escolas (António Rodrigues Sampaio e António Correia de Oliveira), a Escola Secundária com 3.º ciclo Henrique Medina, a Escola Profissional de Esposende e a Escola de Música de Esposende, para além de envolver o grupo infantojuvenil Boca de Cena.

Catraia de Livros integra a programação cultural do Município de Esposende e enquadra-se nas metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.

Toda a programação aqui:

https://issuu.com/municipiodeesposende/docs/agenda_web_f