Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende aumenta número de Bolsas de Estudo a universitários

Coloquioqual 1 1024 2500
23 Fev
A Câmara Municipal de Esposende decidiu aumentar o número de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior. Assim, e de acordo com deliberação aprovada, por unanimidade, em reunião do executivo, este apoio poderá abranger até 40 jovens no presente ano letivo, mais dez do que em anos anteriores.
A Câmara Municipal de Esposende decidiu aumentar o número de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior. Assim, e de acordo com deliberação aprovada ontem, por unanimidade, em reunião do executivo, este apoio poderá abranger até 40 jovens no presente ano letivo, mais dez do que em anos anteriores.

Com esta medida, o Município estará a contribuir para ajudar ainda mais jovens oriundos de famílias com carências socioeconómicas do concelho a prosseguir os estudos ao nível superior. O investimento camarário poderá atingir os 24 mil euros, atendendo a que cada Bolsa de Estudo tem o valor de 600 euros.

Apesar dos sinais positivos da economia do país, há famílias que continuam a enfrentar dificuldades financeiras, pelo que esta ajuda do Município é fundamental para garantir o prosseguimento dos estudos dos estudantes universitários destes agregados. Reconhecendo a importância deste apoio, e apesar das restrições de ordem económico-financeira, a Câmara Municipal tem mantido a atribuição destas Bolsas de Estudo e vai mesmo alargar a medida a mais estudantes.

As candidaturas para as Bolsas de Estudo decorrerão entre 15 de março e 15 de abril. Quer o regulamento quer o formulário de candidatura estão disponíveis no Portal do Município, em www.cm-esposende.pt, na área de Documentos. A candidatura, devidamente instruída com os documentos exigidos, deverá ser apresentada no Serviço de Atendimento Personalizado da Câmara Municipal, durante o referido período.

Entre outras condições, os candidatos não poderão ter reprovado no ano anterior, nem possuir qualquer licenciatura, mestrado integrado ou curso equivalente.

Ainda de acordo com o regulamento, os bolseiros irão desenvolver trabalhos de índole social, ambiental, administrativa, cultural e/ou desportiva na Autarquia, durante um período de 22 dias úteis/154 horas, no período de férias letivas.