Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende promove conferência sobre “Cancro da Próstata”

2022/11/16

instagram2NOVEMBROAZUL

O Município de Esposende associa-se à Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), aderindo à campanha Novembro Azul, cujo objetivo é a consciencialização para a saúde do homem, muito em especial, a prevenção e diagnóstico precoce do cancro da próstata.

No próximo sábado, dia 19 de novembro, pelas 17 horas, o Centro de Informação Turística de Esposende acolhe a conferência “Cancro da Próstata – Factos e Mitos” que terá como participantes Emanuel Dias (Hospital de Braga/Escola de Medicina da Universidade do Minho), João Alturas da Silva (Hospital de S. João/Faculdade de Medicina da Universidade do Porto) e Carlos Martins da Silva (Hospital de S. João/Faculdade de Medicina da Universidade do Porto).

As doenças da próstata são muito frequentes nos homens com mais de 50 anos. De entre elas, as mais frequentes são o Aumento Benigno da Próstata e o Cancro da Próstata.

O Cancro da Próstata, no início, é uma doença silenciosa e “traiçoeira” e quando os sintomas se revelam, muitas vezes, já é tarde. Por isso, é mesmo muito importante diagnosticar a doença na sua fase inicial, quando os sintomas ainda não surgiram.

Atualmente é possível diagnosticar nesta fase precoce e, por isso, a maior parte dos doentes consegue sobreviver e não morre desta doença, apesar de ser o cancro mais frequente nos homens com mais de 50 anos. Contudo, ainda continuam a morrer 1600 homens por ano em Portugal, devido ao cancro da próstata.

Assim, o Município de Esposende alerta para as vantagens do diagnóstico atempado e informa que existem vários tratamentos, cada vez mais seguros e cada vez menos agressivos.

Deve ser combatido o receio em recorrer ao médico porque vale a pena tratar esta doença antes que se torne avançada e seja causa de sofrimento e de morte.

A realização da campanha “Novembro Azul” enquadra-se no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Agenda 2030 da ONU, nomeadamente no que respeita a Saúde de Qualidade (ODS 3) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade (ODS 17).