Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município edita livro “Esposende, um desejo chamado cidade”

1 1 1024 2500
17 Agosto 2018

3

No arranque das comemorações dos 25 anos da elevação de Esposende a cidade, a Câmara Municipal promoveu a apresentação do livro “Esposende, um desejo chamado cidade”, em sessão realizada esta tarde, no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio.

Tendo por base arquivos da Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura e do Arquivo do Município, a publicação compila documentos oficiais, fotografias do dia 19 de agosto de 1993, data em que Esposende passou oficialmente a cidade, bem como os recortes de imprensa, locais e nacionais, relativos aos anos de 1992, 1993 e 1994.

A apresentação do livro esteve a cargo do investigador Esposendense Albino Penteado Neiva, que colaborou com o Município na elaboração desta edição. Penteado Neiva saudou a Câmara Municipal pela iniciativa de trazer a público este “repositório de memórias”, dando a conhecer o Antes, o Durante e o Depois da data histórica da elevação de Esposende a cidade. O historiador referiu que “tudo começou como um sonho que rapidamente se transformou em desafio”, desde logo assumido por um conjunto de entidades, tanto locais como nacionais, entre as quais Alberto Figueiredo, Presidente da Câmara Municipal à época. Para Penteado Neiva este livro “será um marco referencial da historiografia do nosso secular Município”.

Do mesmo modo, o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira realçou a importância desta publicação, numa perspetiva de “manter a memória e relembrar todos quantos trabalharam em prol do concelho”, referindo aqueles que “foram a face mais visível” do processo, nomeadamente o então edil Alberto Figueiredo, Couto dos Santos, na altura Ministro da Educação, Luís Marques Mendes, então Ministro-Adjunto, Fernando Alberto Ribeiro da Silva, Governador Civil à época, e o Esposendense João Oliveira Martins (já falecido), que era deputado da Assembleia da República. Benjamim Pereira referiu, a propósito, que, tal como há 25 anos outros lutaram por Esposende, hoje outros, com o mesmo empenho e dedicação, trabalham em prol do concelho.

Em jeito de balanço, referiu que é “extremamente positiva” a evolução registada em Esposende nos últimos 25 anos, tanto no plano material como imaterial. “Cabe-nos a nós escrever a história daqui para a frente”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, dizendo que é fundamental manter a ambição.

Concluiu convidando toda a população a participar nas iniciativas do programa comemorativo dos 25 anos da elevação de Esposende a cidade, particularmente nas cerimónias do dia 19 de agosto, Dia do Município, que este ano se reveste de particular significado.

O Município presenteou os presentes na sessão com a oferta do livro “Esposende, um desejo chamado cidade”. Desta publicação editaram-se 500 exemplares em capa dura, numerados e assinados pelo Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, para oferta institucional, nomeadamente às mais altas figuras da Nação.