Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Esposende realizou ação de controlo de acácias na Restinga

Controlo acacias 1 1024 2500
28 Março 2017

controlo acacias1

Inserido nas comemorações do Dia da Árvore, que se assinala a 21 de março, foi levada a cabo, no passado sábado, dia 25 de março, uma ação de controlo de infestantes lenhosas na restinga de Esposende, área inserida no Parque Natural do Litoral Norte.

Para além do Município e da empresa municipal Esposende Ambiente, a ação contou com a participação de diversas entidades e associações, nomeadamente o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, a Autoridade Marítima, a Associação de Defesa e Valorização do Ambiente – AssoBio, a Associação de Defesa do Ambiente - Rio Neiva, a Junta de Freguesia da União das Freguesias de Apúlia e Fão e a Associação Florestal do Cávado.

Os participantes procederam à recolha de várias toneladas de resíduos florestais, nomeadamente de acácias-de-espigas (Acacia longifolia) e pitósporo (Pittosporum undulatum), espécies consideradas invasoras porque podem originar situações de competição com espécies nativas e afetar seriamente a diversidade biológica, com prejuízos por vezes irreversíveis e de difícil contabilização.

Os resíduos recolhidos foram trituradas e espalhadas no local criando o efeito de mulch. Esta técnica consiste na aplicação de uma camada orgânica, resistente às intempéries, que constitui uma barreira física à transferência de energia e vapor de água entre o solo e a atmosfera. Evita-se, assim, a evaporação de água do solo e controla-se a germinação de parte das novas infestantes que irão surgir, atendendo a que o banco de sementes no solo terá de ser gerido nos anos seguintes através de técnicas de arranque.

A atividade de controlo de invasoras lenhosas, para além das vantagens para a manutenção da biodiversidade, contribuiu para a diminuição do risco de incêndio no local, aumentando, deste modo, a segurança do espaço.