Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Presidente da Câmara Municipal de Esposende celebra 150 anos da Banda de Antas

 a050459 1 1024 2500
06 Outubro 2021

DSC08731

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, marcou presença, ontem, no concerto comemorativo dos 150 anos da Banda de Música de Antas, depois de ter participado, no passado domingo, na missa de ação de graças do aniversário da associação, na Igreja Paroquial de Antas. A acompanhar a banda neste concerto, que decorreu, sob a direção do maestro Diogo Costa, no recinto paroquial de Antas perante vasta plateia, esteve o tenor Carlos Guilherme, reconhecido nacional e internacionalmente. O resultado foi um espetáculo de elevado nível e qualidade, pontuado por momentos onde o fogo de artifício acompanhou a música.

O Presidente da Direção da Banda, Jorge Neiva, num discurso marcado pela emoção, onde refletiu sobre a longa existência da coletividade, agradeceu aos vários executivos municipais o apoio prestado à associação, ao longo dos anos, expressando especial reconhecimento ao presidente Benjamim Pereira, pela disponibilidade e colaboração, no decurso dos seus mandatos. O dirigente assinalou que o autarca “foi pedra fundamental no crescimento qualitativo” da banda, porque “acredita na grandeza e na nobreza” desta associação cultural.

Na sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal saudou Carlos Guilherme, bem como os músicos e o maestro Diogo Costa, por terem proporcionado no concelho um momento cultural de elevada qualidade, num dia de particular significado, em que o país celebra a Implantação da República. Benjamim Pereira felicitou a Banda pela comemoração dos 150 anos e, neste contexto, expressou o reconhecimento a todos quantos, ao longo da sua existência, contribuíram para o seu engrandecimento, desde músicos a dirigentes.

Reconhecendo as dificuldades que o associativismo enfrenta, agravadas pelo contexto da pandemia, Benjamim Pereira enalteceu a dedicação e a disponibilidade dos dirigentes da banda, que engrandece culturalmente o concelho e o dignifica. Referiu, a propósito, que a cultura constitui uma das áreas de relevo do Município, sustentando, assim, o investimento no setor.