Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Avaliação da atual situação pandémica

Novolog02018   copia 1 1024 2500
21 Julho 2021

COMUNICADO

A Comissão Municipal de Proteção Civil de Esposende reuniu extraordinariamente, no dia 20 de julho, tendo como ponto fulcral a avaliação da atual situação pandémica de COVID-19, designadamente quanto aos casos ativos de infeção que se registam no concelho e, bem assim, a perspetiva de sua evolução.

O cenário que se antecipa, em que se prevê um aumento exponencial do número de casos positivos para a COVID-19 nos próximos dias, implicará a alteração do nível de risco em que o concelho se encontra, com as respetivas consequências associadas.

De facto, encontramo-nos num momento crítico que impõe a tomada de medidas mais firmes e que se prendem com a urgência de se minimizarem situações que potenciem a disseminação da doença.

Neste sentido, a Comissão Municipal de Proteção Civil de Esposende, decidiu:

- O acompanhamento e a monitorização permanente da situação de pandemia no concelho.

- O incremento das ações de fiscalização pelas forças de segurança, com reforço do efetivo da GNR no concelho, nomeadamente a ocorrer em espaços públicos, em acessos às zonas balneares e em todas as demais situações que, em propriedade privada, representem um incumprimento legal.

- A implementação de ações de sensibilização para o cumprimento das regras junto dos vários públicos-alvo.

- Na medida em que a maior prevalência de contágios se regista entre a comunidade mais jovem e em seio familiar, o apelo mais específico na sensibilização quanto às regras nestes contextos.

- A intensificação do acompanhamento das atividades económicas realizadas em espaço público, nomeadamente feiras e mercados.

- A divulgação da necessidade de observação das regras em vigor para eventos promovidos por entidades religiosas e outras, designadamente a necessária obtenção de parecer por parte da Autoridade de Saúde.

- A restrição do número de participantes em eventos.

A Comissão apela, ainda, para a importância fundamental da vacinação de toda a população. Contudo, ressalva-se que a mesma contribui para a minimização da gravidade da doença, mas não evita o contágio e não se traduz na possibilidade de uma vida de total liberdade.

As medidas agora tomadas constituem um esforço adicional no sentido de se minimizarem os impactos do aumento do número de casos positivos de COVID-19, uma vez que tal representa a implementação de restrições legais mais severas, as quais terão forte impacto nas atividades económicas e de lazer, com prejuízo de todos.

Muito obrigado.