Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Percursos pedestres convidam a conhecer cultura e história de Esposende

Ecovia litoral norte  rio neiva  antas 1 1024 2500
15 Junho 2021

DSC_0006

O Município de Esposende dispõe de 13 percursos pedestres, sete dos quais homologados, que se afirmam como influente segmento do ecoturismo local, contribuindo para a conservação sustentável do património natural e cultural, divulgando o território e a cultura.
São trilhos que convidam à prática desportiva, associada ao conhecimento do território, da história e da gastronomia. Mais de 140 quilómetros de percursos pedestres e ecovias que propõem caminhadas junto ao mar, pelos campos e masseiras ou pela arriba fóssil.
Todos estes percursos garantem o contacto próximo com a natureza, proporcionando vistas deslumbrantes e descoberta do território, através de uma rede de visitação que tem sido reforçada com infraestruturas de apoio, como os pontos de observação da natureza ou os miradouros.
O Município de Esposende apresenta uma consolidada rede de roteiros que proporcionam, aos esposendenses, o melhor conhecimento do concelho, atraindo turistas, interessados em descobrir o património entre toda a beleza natural que carateriza a região.
A aposta do Município de Esposende no ecoturismo, suportado no património natural e cultural, define a formação para uma cidadania ambientalmente consciente, informada para uma correta interpretação e desenvolvendo formas de coabitação e bem-estar das populações.
Esposende conta com treze percursos pedestres, devidamente identificados e com auxílio na orientação, dispondo de painéis específicos, no início e no fim de cada um, onde o pedestrianista pode colher sugestão de locais a visitar, regras de conduta e contactos importantes para serem usados em caso de emergência.
Os trilhos são executados em caminhos públicos, em terra batida, estradas e caminhos florestais, podendo percorrer grandes afloramentos, revisitando os mais importantes miradouros do concelho: Senhora da Guia, em Belinho; Senhora da Paz, nas Marinhas; o Monte Faro, em Palmeira; assim como S. Lourenço, em Vila Chã.
Estes locais também vão receber painéis de interpretação da paisagem para que o visitante, para além de poder contemplar a magnífica vista, possa partir para explorar outros locais.
Através da divulgação destes percursos, o Município de Esposende pretende proporcionar aos pedestrianistas o contato com a natureza, possibilitando um melhor conhecimento sobre o património natural e histórico, identitário do município. A oferta é diversificada e permite passeios tranquilos de dificuldade baixa, como um passeio pelas azenhas do rio Neiva, em Antas, ou o percurso entre as masseiras e os moinhos de Apúlia, mas também desafia à investida na granítica Arriba Fóssil. Pelo caminho encontram-se dólmens, menires, castros, moinhos, azenhas e cangostas, testemunhos silenciosos de um passado recente e também muito antigo.
A par dos grandes percursos conhecidos, como o “Caminho da Costa” para Santiago de Compostela, ou o “Caminho para S. Bento da Porta Aberta”, que inicia em Fão e segue, ao longo de 70 quilómetros, até Terras de Bouro, está a ser desenhado um trilho de Grande Rota que cruzará o concelho de norte a sul.
As informações sobre os percursos pedestres poderão ser obtidas no Portal de Turismo do Município (https://www.visitesposende.com/pt/fazer/percursos) ou em diversos suportes, tais como o Guia dos Percursos Pedestres e as Brochuras individuais.