Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende acolhe SNS 24 Balcão para facilitar acesso dos cidadãos aos serviços de saúde

Sns24balcao3 1 1024 2500
04 Maio 2021

 

O Município de Esposende firmou um protocolo com os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, com a Administração Regional de Saúde do Norte, com o Agrupamento de Centros de Saúde e com as Juntas de Freguesia de Forjães e de Fonte Boa e Rio Tinto, para a disponibilização de serviços de saúde à distância, através da instalação do SNS 24 Balcão. O balcão permite marcar consultas, renovar receitas de medicamentos, realizar uma teleconsulta, consultar resultados de exames, aceder aos guias de tratamento ou avaliar sintomas e destina-se, essencialmente, à população com maiores dificuldades de acesso às novas tecnologias.
O SNS 24 Balcão é um novo espaço para facilitar o acesso dos cidadãos aos vários serviços digitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), de forma rápida, mais próxima e segura e resulta da criação de uma rede de parcerias, envolvendo, para já, municípios, juntas de freguesia e agrupamentos de centros de saúde (ACES).
Estas entidades parceiras passam a disponibilizar, nas suas instalações, um SNS 24 Balcão com colaboradores devidamente habilitados para prestar apoio assistido ao cidadão. Pretende-se facilitar o acesso aos serviços do SNS àqueles que têm pouca literacia digital, não têm acesso a equipamentos tecnológicos ou à internet e a outros meios, condições ou competências necessárias para aceder remotamente aos serviços digitais do SNS.
O SNS 24 Balcão pretende, por um lado, facilitar e melhorar o acesso à prestação de serviços à distância e, por outro, evitar deslocações às unidades de saúde, o que se traduz numa mais-valia para os utentes, sobretudo no atual contexto de pandemia.
O acesso e a prestação de serviços digitais e de telessaúde ao cidadão, através do SNS24 Balcão, fornece as condições, mesmo que o utente não disponha de conhecimentos ou recursos necessários, facultando a possibilidade de ajuda de um
profissional do SNS 24 Balcão, quando o cidadão não disponha de condições necessárias para efetuar a sua credenciação.
Aguarda-se que, a todo o momento, possa haver a adesão de outras juntas e uniões de freguesias a este projeto, estando, por agora, dado já o arranque ao projeto.
Esta postura enquadra-se, de resto, nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas.