Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Junta da União das Freguesias de Fonte Boa e Rio Tinto

 

Executivo

Presidente: Carlos Veiga Escrivães
Secretária: Anabela da Cruz Paturro
Tesoureiro: José Filipe Fernandes Ribeiro

Contactos

Fonte Boa

Rua da Escola, 14
4740 – 415 Fonte Boa
Telefone 253 982 800 / 253 982 526
Email presidente@uf-fonteboa-riotinto.pt / carlosdfb@sapo.pt / secretariafb@uf-fonteboa-riotinto.pt
Website www.uf-fonteboa-riotinto.pt

Rio Tinto

Lugar da Igreja
4740 – 612 Rio Tinto
Telefone 253 852 528
Email secretaria@uf-fonteboa-riotinto.pt
Website www.uf-fonteboa-riotinto.pt

Informações

A Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, procedeu à organização administrativa do território das freguesias. Assim, as freguesias de Fonte Boa e Rio Tinto foram agrupadas tendo surgido a União das Freguesias de Fonte Boa/Rio Tinto.

Fonte Boa

  • Orago: Divino Salvador
  • Área: 5,74 Km2
  • População: 1.326 habitantes (Census 2011).
  • Atividades Económicas: Agricultura; Indústria Têxtil e Metalomecânica.
  • Toponímia: O nome desta freguesia começou por ser o inverso, ou seja, Fonte Má (ver quadro). O topónimo estará relacionado com o culto das águas, um velho culto pagão, que os cristãos quiseram apagar, apelidando a fonte de Má. Por volta do séc. XVI o culto estaria totalmente apagado, fazendo com que D. Frei Bartolomeu dos Mártires alterasse o nome para Fonte Boa.
  • Brasão: Escudo de vermelho, fonte constituída por pano de parede, rematado por frontão entre dois pináculos, tudo de ouro, lavrado e realçado de negro. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco com a legenda a negro: “FONTE BOA – ESPOSENDE” (Diário da República, III Série, nº 2, de 04/01/2000).
  • Localização: Fonte Boa situa-se na margem esquerda do Cávado e dista cerca de 7 km da sede do concelho. A norte faz fronteira com o rio Cávado, a sul com Barqueiros (Barcelos), a nascente com Rio Tinto e a poente com Fão.
  • Património Cultural e Edificado: Igreja Paroquial com seu órgão de tubos, Fonte do Couto; Cruzeiro e Alminhas.
  • Património Natural: o Alto da Senhora da Graça e a praia fluvial no Rio Cávado.
  • Património Etnográfico - Ranchos: Rancho Folclórico de Fonte Boa.

Rio Tinto

  • Orago: Santa Marinha
  • Área: 4,41 Km2
  • População: 618 habitantes (Census 2011).
  • Atividades Económicas: Agricultura.
  • Toponímia: A origem do nome desta freguesia vai-se encontrar, também, na tradição. Refere a tradição que, por volta do séc. VIII, ter-se-á travado uma dura batalha entre mouros e cristãos, nas margens do ribeiro de Zarague. A grande mortandade aí ocorrida e o sangue escorrido para o ribeiro, tornou as águas vermelhas, daí o nome de Rio Tinto.
  • Brasão: Escudo de prata, faixa ondeada de azul; em chefe, duas espigas de milho de vermelho, folhadas de verde e, em ponta, um cadinho, de negro. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco com a legenda a negro, em maiúsculas: “RIO TINTO - ESPOSENDE“ (Diário da República, III Série, n.º 295, de 21/12/1999).
  • Localização: Rio Tinto situa-se a cerca de 9 km da sede do concelho. Confina a norte com o rio Cávado, a sul com Barqueiros (Barcelos), a nascente com Vila Seca e Fornelos (Barcelos) e a poente com Fonte Boa (com quem se encontra agregado).
  • Património Cultural e Edificado: Igreja paroquial; Capela dos Reis Magos; Paredão do encanamento do Cávado e Forno de Cal.
  • Património Natural: O Marachão é uma referência paisagística a merecer a atenção de quem visita a Freguesia

Equipamentos

Aceda aqui para consultar os equipamentos disponibilizados.