Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Junta da União das Freguesias de Belinho e Mar

 

Executivo

Presidente: Manuel Eiras Martins Abreu
Secretário: Manuel Filipe Marques Moreira
Tesoureiro: António Manuel Amorim Santos

Contactos

Belinho

Av. da Igreja, 1
4740 - 165 Belinho
Telefone 253 871 976 / 253 872 132
Fax 253 871 976 / 253 872 132
Email freguesiabelinho@gmail.com
Website 

Mar

Largo 25 de Abril, 1
4740 - 512 Mar
Telefone 253 872 132
Fax 253 872 132
Email jf.mar@sapo.pt
Website 

Informações

A Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, procedeu à organização administrativa do território das freguesias e as freguesias de Belinho e Mar foram agrupadas tendo surgido a União das Freguesias de Belinho/Mar.

Belinho

  • Orago: S. Pedro Fins
  • Área: 7,4 Km2
  • População: 2.017 habitantes (Census 2011).
  • Atividades Económicas: Agricultura e Transformação de Granito.
  • Toponímia: segundo vários autores, Belinho trata-se de um antropónimo, ou seja, o nome de um homem. Essa origem poderá remontar à romanização, onde este local terá adotado um nome próprio romano Belinus.
  • Brasão: Escudo de azul, com uma estrela de ouro e, em orla, oito abelhas de ouro, realçadas de negro. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco com a legenda a negro: “BELINHO“ (Diário da República, III Série, nº 33, de 09/02/1999).
  • Localização: Belinho situa-se na parte norte do concelho. Confronta a norte e nascente com a freguesia de Antas (S. Paio), a poente com o Oceano Atlântico e a sul com Vila Chã e Mar (S. Bartolomeu).
  • Património Cultural e Edificado: Igreja paroquial; Capela da Senhora da Guia; Cruzeiro; Capela de Santo Amaro; Fontes do Calvário; Capelinhas da Procissão de Passos; Alminhas e Cruzeiros.
  • Património Natural: Miradouro da Senhora da Guia.

Mar

  • Orago: S. Bartolomeu
  • Área: 2,54 Km2
  • População: 1.182 habitantes (Census 2011).
  • Atividades Económicas: Agricultura.
  • Toponímia: A origem do nome não é consensual entre os investigadores. O primitivo nome era S. Bartolomeu de Vila d’Atam – antropónimo da Reconquista. Por volta do séc. XIV este nome cai em desuso e no início do séc. XVI aparece referenciada como S. Bartolomeu das Marinhas (atividade salineira). Em 1572, na Carta Régia que D. Sebastião elevou Esposende a vila, já vem referenciada como S. Bartolomeu do Mar.
  • Brasão: Escudo de prata, ondeado de verde, com pira de ouro, carregada de um galo negro, ousado, bicado, cristado, barbelado e membrado de vermelho, e, em ponta, de um livro de prata aberto, encadernado de vermelho, tendo brocante uma faca de vermelho encabada de negro e posta em barra. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco com a legenda a negro em maiúsculas: “MAR - ESPOSENDE“ (Diário da República, III Série, nº 169, de 24/07/1997).
  • Localização: Mar (S. Bartolomeu) situa-se na parte norte do concelho. Encontra-se em plena planície do litoral e confina a norte com Belinho (com quem está agregada), a nascente com Vila Chã, a sul com Marinhas e a Poente com o Oceano Atlântico.
  • Património Cultural e Edificado: Estátua-menir de Mar; Igreja Velha; Igreja Paroquial; Fonte das Quatro Bicas, Cruzeiros e Alminhas.
  • Património Natural: Praias Oceânicas.

Equipamentos

Aceda aqui para consultar os equipamentos disponibilizados.