Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Município de Esposende assinala Armistício da Primeira Grande Guerra

Gg 1 1024 2500
07 Novembro 2018

A encerrar o programa evocativo do Centenário da Primeira Grande Guerra (1914-1918), iniciado em 2014, o Município de Esposende vai assinalar, no próximo domingo, dia 11 de novembro, o calar das armas e o fim deste conflito mundial.

A Evocação do Armistício da Primeira Grande Guerra inicia-se pelas 11h00, altura em que o armistício entrou oficialmente em vigor, com uma largada de pombos, junto ao Museu Marítimo de Esposende. Simultaneamente, nas igrejas do concelho o toque dos sinos assinalará o calar das armas. Segue-se, às 11h30, a visita à exposição “Memórias do Armistício”, que estará patente na Arcada Exterior dos Paços do Concelho.

Já no período da tarde, pelas 17h00, no Auditório Municipal de Esposende, decorrerá a sessão de Evocação do Armistício, com exibição do documentário “Lutaram como Diabos” e Recital de Canto e Poesia “In memorium da Grande Guerra”, com Carla Caramujo (soprano) e João Queirós (piano) e ainda participação dos Poetas/Declamadores Alberto Serra, Bernardete Costa, Álvaro Maio, Isilda Nunes, Jorge Braga e Agostinho Teixeira. A encerrar o programa, às 19h00, na Igreja Matriz de Esposende, será celebrada Missa TE DEUM pelo fim da Guerra.

A Evocação da Primeira Grande Guerra, que integrou um vasto programa de ações ao longo de quatro anos, pretendeu trazer à memória os momentos que marcaram este conflito da História mundial, homenageando aqueles que nele estiveram envolvidos, nomeadamente os 197 combatentes do concelho, 13 dos quais perderam a vida em combate, de acordo com investigação do Consultor da Comissão Executiva da Evocação da Primeira Grande Guerra, Manuel Albino Penteado Neiva.