Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Inaugurada ponte pedonal e ciclável sobre o rio Neiva

Antas 1 1024 2500
17 Julho 2019

antas 1

O Ministro do Ambiente e da Transição Energética, Pedro Matos Fernandes, acompanhado pela Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos, inauguraram hoje, na freguesia de Antas, a ponte que integra a Ecovia do Litoral Norte e liga o Município de Esposende a Viana do Castelo.
“O projeto de construção da ponte sobre o rio Neiva é todo ele muito simbólico, pois compreende todo o valor imaterial que o projeto encerra”, destacou o Ministro do Ambiente, em sintonia com as ideias do presidente da Câmara Municipal de Esposende que sublinhou a vontade das populações de ambas as margens, em esbater a distância com a construção de uma ponte.
“Desde tempos imemoriais que se idealiza a construção de uma ponte neste local. A obra que agora é colocada ao serviço das pessoas, tem um significado mais amplo, na medida em que aproxima duas terras – Antas e Castelo do Neiva - os Municípios de Esposende e Viana do Castelo e ainda os distritos de Braga e de Viana do Castelo. É, pois, uma obra de grande relevo regional e até nacional”, disse Benjamim Pereira.
O presidente da Câmara Municipal de Esposende lembrou, ainda, as obras de proteção da zona costeira, desenvolvidas no âmbito da Polis Litoral Norte, apontando outras obras que se perfilam, como o Canal Intercetor e os troços da ecovia de Cepães e Rio de Moinhos.
Por seu turno, José Maria Costa, presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, enquadrou a ponte agora inaugurada, “às muitas que ligam os dois concelhos. Pontes físicas, culturais e de amizade”, referiu o autarca, apontando o modelo seguido como “uma excelente lição que a cooperação é possível”.
Já Pimenta Machado, administrador da Polis Litoral Norte lembrou que, ao longo dos 50 quilómetros de costa, entre Esposende e Caminha, foram desenvolvidas ao abrigo daquela estrutura, 60 empreitadas (e outras duas serão concretizadas em breve), significando o investimento global de 42 milhões de euros, em obras de diferentes tipologias de reordenamento e proteção costeira.
De todas as obras de intervenção realizadas na costa portuguesa, o Ministro do Ambiente e da Transição Energética, elegeu como sua preferida a ponte de Antas, “por ser um símbolo de todas as obras do litoral, porque liga populações, por não ser uma ponte rodoviária, por se integrar numa ciclovia”.
Construída ao abrigo do programa “Norte 2020”, a ponte pedonal e ciclável sobre o rio Neiva insere-se na rede de infraestruturas para a valorização e visitação do estuário do rio Neiva e teve um custo global de 577 mil euros, com a comparticipação de mais de 100 mil euros por parte de cada um dos Municípios.

As iniciativas que são desenvolvidas no setor ambiental pretendem constituir-se como contributos fundamentais para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) constantes na Agenda 2030 das Nações Unidas, relativamente aos quais Esposende se encontra totalmente comprometido.